fbpx
Tag

india

Novo E-book gratuito Aromaterapia e Ayurveda

Confira o novo E-book gratuito “Aromaterapia e Ayurveda”, desenvolvido por Vishwa Aromas, Terra Flor Aromaterapia em parceria com o Instituto Atmo Danai.

Nele você vai descobrir mais sobre os óleos essenciais (OE), a importância do uso dos OE na visão do Ayurveda, além disso:

  • O que são doshas;
  • O uso de óleos vegetais;
  • O que são gunas;
  • Tratamentos ayurvédicos;
  • propriedades ayurvédicas das plantas (Dravya Guna).

Baixe o seu E-book (em PDF) clicando AQUI.

Ayurveda: Os Gunas – os doshas da mente – parte 1

De acordo com a tradição védica em especial a filosofia Sankhya, toda natureza material nos impele a agir de acordo com três princípios básicos que regem a vida material. Esses princípios são chamados de gunas pelo Ayurveda e são considerados os DOSHAS da mente, ou humores da mente.

“Pureza, paixão e inércia, essas qualidades, ó Arjuna, nascem da natureza e limitam aquele que habita o corpo, ó indestrutível.

SATTVA, por ser desprendida de impurezas, caracteriza-se por iluminar e ser livre de doenças e por aprisionar pelo apego à felicidade e ao conhecimento, ó impecável.

Saiba que RAJAS tem a natureza das paixões, sendo a origem da sede (de prazeres sensuais) e do apego. Ela aprisiona rápido o encarnado, ó Arjuna, pelo apego à ação.

Porém, saiba que TAMAS nasce da ignorância. Ilude a todos que habitam o corpo, aprisiona com rapidez, ó Ajurna, através da indiferença, preguiça, indolência e sonolência.

Sattva vincula-se à felicidade, rajas à ação, ó Arjuna, ao passo que tamas, encobrindo o conhecimento, vincula-se à indiferença.” (Bhagavad gita, XIV)

Charak classificou os doshas da mente em Rajas e Tamas, o terceiro, Sattva é considerado a própria natureza da mente em seu estado de equilíbrio.

Muitas vezes é comum ver pessoas dizendo que tem uma mente vata, pitta ou kapha devido a determinado modo de funcionamento, seja por se considerarem muito agitadas, ou muito dinâmicas ou mesmo letárgicas, porém analisar a mente sob a perspectiva do doshas é um equívoco, pois esse últimos dizem respeito a funções fisiológicas, enquanto que a mente está relacionada com as influências na psique do indivíduo e sua forma de se relacionar com o mundo.

Sattva é compreendido por equilíbrio, clareza, luz e indivíduos influenciados por essa energia tendem a buscar por atividades que promovem mais saúde, evolução, auxilio ao próximo. São pessoas muito conectadas com a natureza e seus ritmos biológicos. Gostam de acordar cedo, praticar exercícios, meditação, yoga e atividades que geram tranquilidade e clareza para a mente e saúde para o corpo. Da mesma forma buscam uma dieta com alimentos frescos, de fácil digestão e de fonte vegetariana. Se preocupam com o meio ambiente e sentem-se como parte dele e portanto, nada que agrida o meio ambiente os atrai. Indivíduos sattvicos estão sempre com um bom nível de energia física e mental, pois sua rotina e estilo de vida são muito equilibrados. Alguns líderes espirituais, pessoas que fazem caridade (sem a necessidade de serem reconhecidos), atletas são pessoas de características sattvicas. Essas pessoas fluem com mais facilidade na vida sem apegos e tendem a ser mais flexíveis as mudanças.

Rajas é compreendido como a inteligência da ação, movimento, dinamismo. Indivíduos influenciados por Rajas são pessoas com tendências mais ambiciosas, que buscam por mais poder, mais dinheiro, mais conquistas de modo geral e gostam sempre de estar fazendo alguma coisa, realizando algum empreendimento. Sua força motriz é a paixão e tendem a mover-se em direção da realização de seus desejos materiais. Geralmente são lideres natos, gerentes, donos de algum negócio, comerciantes, grandes conquistadores etc… São atraídos por uma dieta e um estilo de vida que os impulsionem mais a ação, gostam de alimentos de sabores fortes, ácidos, salgados e estimulantes que promovem mais movimento na mente, como o café e outras substâncias similares. Entretanto, por fazerem uso excessivo de sua energia física e mental tendem a se cansarem demais gerando eventualmente uma estafa física que os obriga a parar por motivos de saúde.

Tamas é aquilo que promove escuridão, torpor, ignorância. Indivíduos tamásicos tendem a ser pessoas muito resistentes a mudanças. Estão sempre em busca de atividades ou substâncias que levam a uma total letargia física e mental. Gostam dos excessos, comem muita carne e alimentos pesados, álcool, etc… gostam de dormir demasiadamente, praticar atividades que levam a uma exaustão como sexo em excesso, passam horas bebendo ou acordados tarde da noite e tendem a ter uma energia apática, sem vitalidade, e principalmente não conseguem fazer alguma austeridade quando se trata de saúde física ou mental. Sua saúde pode ser mais debilitada pois usam de mais do corpo e parecem não dar muita importância para aquilo que lhes promove mais embotamento e perda de saúde, pois geralmente suas amuletas são como anestésicos para seu lado emocional, que geralmente não fazem questão de trabalhar, e por isso são sempre inclinados a esses excessos. Eles são como árvores que se enraízam no solo e não se movem, mesmo com uma tempestade ou qualquer outra calamidade. O mesmo se vê em suas vidas e apegos, tendendo a serem bem rígidos quando se trata de mudança, preferem seguir com seus “prazeres”.

Texto por Mario JP Neto – Instrutor de MT e Ayurveda

Facilitador do curso de Formação Ayurveda Clássico – Autoconhecimento e Formação

SAIBA MAIS

 

Outubro: agenda de cursos e eventos

Como você pretende preencher o seu tempo nestes últimos três meses do ano? 

Que tal investir em autoconhecimento, bem-estar, saúde, novos conhecimentos? E para você que pensa em atuar na área de práticas integrativas e terapêuticas, aqui é o seu lugar! 

Mas antes da agenda, queremos lembrar alguns motivos para você estudar e investir o seu tempo aqui no Instituto Atmo Danai

Temos vasta experiência no ensino, há mais de 20 anos, oferecemos excelente estrutura física, material didático exclusivo, participação em eventos, Projeto de Consolidação de Conhecimento, Programa Bolsa de Estudo, constante atualização e aprimoramento de nossos instrutores, atuação em projetos sociais, oportunidades de trabalho em nossa Clínica de Massoterapia e muito mais!

OUTUBRO – AGENDA DE CURSOS LIVRES, DE FORMAÇÃO E EVENTOS:

REFLEXOLOGIA

Dias: 05 e 06/10 

Horário: das 9h às 17h

Investimento: R$ 480 à vista ou 2x R$ 250 l 3x R$176

Local: Núcleo de Estudos IAD (Ed. Brasil 21, Bloco C, sala 903)

Conteúdo Programático

MASSAGEM RELAXANTE

Dia: 10, 15, 17, 22 e 24/10

Horário: das 14h às 17h

Investimento: R$ 340 à vista ou 2x R$ 180

Local: Núcleo de Estudos IAD

Conteúdo Programático

MEDITA CHÁ COM JAM BARRETO

Reiki, Meditação & Chá 

Que o Chá é uma bebida maravilhosa todos nós já sabemos, mas você sabia que o Chá pode ser um caminho para pausa, conexão interior e autoconhecimento? Convidamos você a participar de uma sessão de Meditação do Chá conosco! A prática conecta a sabedoria milenar do Chá com os benefícios de duas das práticas energéticas de cura e equilíbrio mais antigas do mundo: a Meditação e o Reiki. Uma meditação guiada voltada para um dos centros de energia do corpo (chakras) será associada a um Chá puro e a aplicação do Reiki potencializando o Qi (Energia Vital) presente na bebida! 

No dia 11/10 às 19:00h vamos fazer uma prática voltada para o desbloqueio e energização do Plexo Solar, o nosso Sol Interior!

A Meditação do Chá se destina a todas as pessoas que buscam cultivar práticas de bem estar e equilíbrio na sua rotina trilhando um caminho para o  autoconhecimento e a paz interior.

Sobre a facilitadora: Jam Barreto, estudiosa dos Chás e da cultura Oriental com diversos cursos no Brasil e curso de Meditação do Chá na Argentina. Terapeuta Reiki nível III-A (Mestrado A). Praticante de Meditação e Yoga.
Vagas limitadas.

Dia: 11/10

Horário: 19h

Valor: R$ 98 

Local: Núcleo de Estudos IAD

INGRESSOS NO SYMPLA ONLINE

AYURVEDA CLÁSSICO – Módulo Fitoterapia Ayurvédica II

Dias: 12 e 13/10

Horário: das 9h às 17h

Investimento: R$ 520 à vista ou R$ 2x R$295 / 3x R$200

Local: Sítio Vale das Flores – Altiplano Leste

Saiba mais

ARGILATERAPIA

Dia: 14 e 16/10

Horário: 19h30 às 22h

Investimento: R$ 190 à vista ou 2x R$ 120

Local: Núcleo de Estudos IAD

Conteúdo Programático

MASSAGEM NATURAL PARA GESTANTES

Dia: 17, 22, 24, 29 e 31/10

Horário: das 19h às 22h

Investimento: R$ 430 à vista ou 2x R$ 230

Local: Núcleo de Estudos IAD

Conteúdo Programático

SHIATSU FACIAL

Dias: 19 e 20/10

Horário: das 9h às 17h

Investimento: R$ 430 à vista ou 2 x R$ 230 

Local: Núcleo de Estudos IAD

Conteúdo Programático

REFLEXOLOGIA

Dias: 21, 23, 28, 30/10 e 04, 06, 11, 13/11

Horário: das 19h30 às 22h

Investimento: R$480 à vista ou 2x R$ 250 l 3x R$176

Local: Núcleo de Estudos IAD

CRANIOPUNTURA

Dias: 26 e 27/10

Horário: das 9h às 17h

Investimento: R$ 430 à vista ou 2 x R$ 230 

Local: Núcleo de Estudos IAD

Conteúdo Programático 

PRÁTICAS TERAPÊUTICAS CORPORAIS – MÓDULO DINACHARYA (rotinas diárias, de acordo com o Ayurveda)

Dias: 26 e 27/10

Horário: das 9h às 17h

Local: Sítio Vale das Flores – Altiplano Leste

Investimento: R$570 à vista ou R$ 2x R$295 l 3x R$200

Conteúdo Programático

MASSAGEM ESTÉTICA

Dias: 29, 31/10 e 05, 07, 12, 14, 19 e 21/11

Horário: 14 às 17h

Investimento: R$ 540 à vista ou 2 x R$ 280 l 3x R$ 196

Local: Núcleo de Estudos IAD (Ed. Brasil 21, Bloco C, sala 903)

OBS.: em se tratando das FORMAÇÕES, você pode fazer o curso completo ou apenas o MÓDULO do seu interesse. Consulte-nos a respeito de valores e facilidades de pagamento.

PARA RECEBER MAIS INFORMAÇÕES DE CADA CURSO, INFORME SEUS DADOS QUE ENVIAREMOS POR E-MAIL E WHATSAPP: PRÉ-INSCRIÇÃO.

Estamos à disposição também pelo WhatsApp (61) 9.9866-8686 e pelo e-mail eventos.danai@gmail.com para tirar dúvidas.

Dinacharya: rotinas diárias para uma vida saudável

De acordo com o Ayurveda, os meios e métodos para se viver uma vida saudável são chamados de Dinacharya ou Rotinas Diárias. O Ayurveda recomenda, que para se ter uma saúde equilibrada e integral, deve-se dar atenção aos hábitos diários, durante o dia, a noite e também nas estações do ano. Esses hábitos fortalecem e desintoxicam o corpo e a mente, além de aumentar a energia vital.

Nesse sentido, compilamos alguns dos principais rituais diários, de acordo com o Ayurveda, e disponibilizamos em um e-book com 18 páginas.

O que você vai ver neste e-book:

– Cuidados pessoais: higiene, uso de óleos, massagens;
– Receitas Ayurvédicas: leites, sucos, mingaus, panquecas;
– Comportamento e boa conduta, de acordo com os textos védicos.
– Meditação e oração.

Clique no botão abaixo para fazer o download do E-book gratuito “Dinacharya” (por Atmo Danai). 

Conheça os nossos cursos com ênfase no AYURVEDA – matrículas abertas para turmas 2020 (início – fevereiro):

Em novembro acontece o curso Ayurveda Chikitsa com o médico indiano Dr. Gaurav Davee

Aos terapeutas e estudantes de Ayurveda de Brasília e de todo Brasil, é com muita felicidade que divulgamos mais uma vinda do Dr. Gaurav Davee (fotos) ao cerrado!

Pelo 5º ano consecutivo, Dr. Gaurav chega a Brasília para mais um curso inédito:  AYURVEDA CHIKITSA – Fundamentos do tratamento Ayurveda de acordo com os Samhitas.

Gaurav vem de uma família tradicional de Vaydias (médicos ayurvédicos) de 4 gerações consecutivas e é um dos professores do nosso Curso de Formação em Ayurveda Clássico – baseado no Ashtanga Hridayam.

O curso é inédito e aberto a todos terapeutas e estudantes de Ayurveda de outras escolas, e todo material foi preparado para dar ao terapeuta um suporte e um maior entendimento nos quesitos necessários para um bom tratamento. O curso será traduzido do Inglês para Português, assim como a apostila que todos participantes irão receber. Será um prazer enorme receber vocês!

O curso será ministrado no Sítio Vale das Flores, local maravilhoso, em meio a natureza exuberante do cerrado, situado no Altiplano Leste (cerca de 15 km da Ponte JK).

Sítio Vale das Flores (foto)

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Neste intensivo com o Dr. Gaurav Davee, estudaremos os seguintes tópicos:

1) Hetu viparit chikitsa (tratamento contra o fator causal)

2) Vyadi viparit chikitsa (tratamento contra a doença)

3) Conhecimento de hetu (fator causal da doença)

• Definição de hetu

• Quais os critérios para definir hetu?

• Consistência do consumo de hetu

• Número e quantidade de hetu

• Importância do conhecimento de hetu

• Como podemos diferenciar vyadi bala (força da doença) de hetu bala (força da causa)?

• Conhecimento de dushya (tecidos enfraquecidos) e hetu

4) Como descobrir o hetu seguindo:

• Desh pariksha (exame do local onde o paciente nasceu ou vive)

• Ahar (dieta)

• Vihar (estilo de vida)

• Achar (comportamento)

5) Conceito Vyadi (doença) e Hetu (fator causal da doença)

6) Amapradosha hetu e chikitsa (tratamento e fator causal de doenças por causa de ama)

7) Santarpan vyadi hetu (fator causal nas doenças por nutrição excessiva)

8) Santarpan Vyadi (doenças por nutrição excessiva)

9) Santarpan Vyadi shodhan Chikitsa (tratamento de purificação nas doenças por nutrição excessiva)

SOBRE O FACILITADOR:

Dr. Gaurav Davee (B.A.M.S) – o quinto na geração de Ayurveda da sua família. Dr. Gaurav Davee é Bacharel em Ayurveda, Medicina e Cirurgia pela BSDT Ayurved Mahavidyalaya (Pune/India) e pós graduado em serviço médico de emergência. Atende em sua própria clínica, em Old Panvel (Maharastra/India) e tem realizado cursos e workshops de Ayurveda em Dubai, na Itália, Argentina, Brasil e México. Possui intensa prática clínica, tendo tratado e curado com sucesso mais de 10.000 pacientes na Índia e em outros países do mundo nos últimos 9 anos.

QUANDO:

09 e 10 de novembro de 2019

Sábado e domingo, das 09h às 18h

VALOR: 

1º lote c/. desconto – até 05/10
Valor: R$ 591,00

2º lote – após 05/10
Valor: R$ 630,00

Obs: Aceitamos cartão, cheque. Para parcelamento, consulte as opções no contato: (61) 9.9866-8686

VAGAS LIMITADAS!

Local: Sítio Vale das Flores, Altiplano Leste, Brasília – DF

As aulas serão administradas em inglês e terão tradução para o português.

Inclui: material didático, certificado de participação (consulte-nos sobre a alimentação no local).

Organização: Sattva Ayurveda e Instituto Atmo Danai

INSCRIÇÕES:

Dúvidas? Fale conosco no WhatsApp (61) 99866-8686 

REALIZAR INSCRIÇÃO

A Fitoterapia na visão do Ayurveda

No próximo módulo do curso Ayurveda Clássico – Autoconhecimento e Formação que está em andamento abordará o tema “Fitoterapia Ayurvédica”. Qualquer pessoa interessada pode participar, estudantes, profissionais de bem-estar e saúde, e ingressar na formação que tem duração de dois anos, ou ainda realizar somente esse módulo de forma avulsa.

Esse curso é direcionado principalmente a todos os profissionais de saúde que se interessam pelo estudo das plantas medicinais e aplicam em suas práticas pessoais e profissionais.

Curso Ayurveda Clássico Autoconhecimento e Formação

É um curso baseado nos princípios milenares do Ayurveda com aulas teóricas e práticas.

Disponibilizaremos um vasto material com todo conhecimento que será transmitido no curso com uma bibliografia muito rica e diversa, incluindo os tratados mais antigos e também alguns autores modernos.

Vamos abordar as principais plantas presentes no Brasil, com grande potencial terapêutico usadas e descritas a milênios pelo Ayurveda.

Nosso intuito é mostrar aos todos como podemos fazer uso de nossos recursos próprios, utilizando de nossas plantas em diversas possibilidades e formulações, fazendo assim dessa ciência algo cada vez mais fácil e ao nosso alcance. 

Local das aulas: Sítio Vale das Flores (Altiplano Leste)

Conteúdo:

  • As plantas medicinais brasileiras descritas no textos clássicos do Ayurveda, seus atributos e propriedades terapêuticas, formas de uso e preparos.
  • Estudo das propriedades farmacológicas das plantas: Rasa, Virya, Vipak, Prabhava e Guna.
  • As cinco preparações básicas ( Panchavidha Kashaya Kalpanas) que são a base para a produção de todos os medicamentos no Ayurveda.
  • Preparos de medicamentos caseiros: óleos medicinais, ghees medicados, xaropes, compostos de ervas, comprimidos, chás etc…

Facilitador:
Mario JP Neto
Instrutor de Meditação Transcendental – formado pelo mestre indiano, Maharishi Mahesh Yogi
Terpeuta Ayurveda – formado pela Escola de Yoga Brahma Vidialaya
Estudou Kayachikitsa com Dr. José Ruguê no Brasil e com Dr. Gaurav Davee na Índia
Ministra cursos e workshops de meditação e ayurveda em todo Brasil
É o coordenador do curso de Ayurveda Clássico para terapeutas em Brasília

Bibliografia:
– Dravya Guna Vijnana,
Chukhambha Orientalia – By Dr. J.L.N.Sastry
– The Yoga of Herbs – an ayurvedic guide to herbal medicine,
Motilal Banarsidass – Dr. David Frawley e Dr. Vasant Lad
– Ashtanga Hridayam,
Choukhamba Krishnadas Academy, Varanasi. – Prof. K.S.Srikantha Murthy
– Bhaishajya Ratnavali of Govinda Dasji Bhisagratna,
Chaukhambha Sanskrit Sansthan – Commented upon by Vaidya Shri Ambika Datta Shastri
– Secrets of Indian Herbs – for Good Health, Divya Prakashan – Acharya Balkrishna
Planetary Herbology,
Lotus Press – Michael Tierra, C.A., N.D.,
– 100 Ayurvedic Herbs Made Easy – Part 1.
Easyayurveda.com – Dr. Prashant BK MD (AYU), PHD and Dr J Hebbar MD (AYU), PGDPSM
– Ayurvedic Medicine – The Living Tradition
Chaukhambha Sanskrit Pratishthan, Delhi
By Dr. Prakash Paranjipe, BAMS, MBBS, PHD

CURSO AYURVEDA CLÁSSICO – AUTOCONHECIMENTO E FORMAÇÃO

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: Paula Melo Martins (Doutora em Produção e processamento de plantas medicinais e aromáticas).

Módulo VII – 14 e 15/09/2019 (Sítio Vale das Flores)
– Fitoterapia Ayurvédica teórica e práticas I;
– Preparos medicinais: chás, compostos, óleos para massagem, etc.

Valor (por módulo):
R$ 520 à vista ou 2x R$ 271 / 3 x 184

Com material didático, certificado. Alimentação no local (pago à parte, consulte-nos).

REALIZAR INSCRIÇÃO

Trigunas (sattva, rajas, tamas) e os efeitos sutis dos alimentos

“Dieta é tudo o que é ingerido por qualquer campo e através de qualquer sentido de percepção, sob qualquer forma da mente e qualquer forma de intelecto.” (Charak Samhita)

Este conceito deixa bem claro que o importante não é somente o alimento que comemos, mas também tudo que podemos perceber e assimilar por meio dos sentidos.

Podemos notar a manifestação de estados emocionais e suas influências em nossa alimentação em diversos momentos. Por exemplo: se você está com muita fome e sente o cheiro da sua comida favorita sendo preparada, os sentidos gustativos são estimulados e logo começará a salivar. Quando começa a andar em direção a ela, seu telefone toca, e, ao atender, recebe a notícia da morte de um parente. No mesmo instante, acaba a sua fome e toda aquela preparação do seu corpo, sistema digestivo e sensação de fome deixa de existir rapidamente.

Isso indica que tudo ao nosso redor, e não só a comida, influencia a nossa nutrição. Portanto, devemos fazer as escolhas que sejam mais adequadas se quisermos ter uma boa saúde.

A IMPORTÂNCIA DOS ALIMENTOS, A INFLUÊNCIA DO INDIVÍDUO NA DIETA E OS FATORES RELACIONADOS COM A DIETA

“Os alimentos sustentam a vida dos seres humanos. Todas as criaturas no universo necessitam deles. Compleição, clareza, boa voz, longevidade, felicidade, alegria, nutrição, força e intelecto, todos dependem da alimentação. As ações para a realização do mundo, na vida divina e na iluminação, todas dependem da alimentação.” (Charak Samhita, Sutrasthan 27.349-350)

O Ayurveda considera vários fatores como fundamentais na escolha de uma dieta. Essa escolha deve ser coerente com o estágio de vida em que se encontra o indivíduo, e também com a sua ocupação, que pode ser sedentária, atlética ou monástica. A manifestação do fogo digestivo, chamado de agni, pode ser alta, irregular ou baixa, sendo um importante fator avaliado pelo Ayurveda frente à seleção dos alimentos em uma dieta. A prakriti (constituição individual) e o vrikriti (o que está em desequilíbrio) são determinantes na escolha dos alimentos para compor uma dieta.

A quantidade e a qualidade do alimento, por exemplo, são aspectos associados ao tipo de agni manifestado no indivíduo. O modo de preparo influenciará no tipo do efeito sutil (TRIGUNAS, o que veremos adiante) que o alimento vai exercer sobre o indivíduo. Veremos nessa mesma vertente a influência das horas do dia sobre o agni, bem como a relação entre as estações climáticas e os ciclos dos doshas.

O Ayurveda aponta combinações incompatíveis em uma dieta e também alimentos (ou condimentos) antídotos para amenizar possíveis efeitos agravadores dos atributos de outros alimentos. Quantidade, temperatura e períodos de ingestão de líquidos no agni do indivíduo são importantes fatores avaliados pelo Ayurveda, pois a ingestão excessiva de líquidos pode diminuir o agni. O local da alimentação, por sua vez, pode provocar efeitos sutis positivos e negativos nos pratos, efeitos que acabam repercutindo no corpo e no processo de digestão.

Uma dieta e digestão equilibradas dependem da alimentação e nutrição adequadas e da relação entre digestão e metabolismo. Desse modo, o Ayurveda recomenda o alimento mais fresco, da estação, sem agrotóxicos, cheio de vida e preparado na hora da refeição. A nutrição adequada é o resultado do alimento que o indivíduo come, somado a sua capacidade de digestão. Metabolismo equilibrado é a habilidade do corpo de processar todas as substâncias do alimento sem desgaste ou esforço.

Para compor uma dieta, o Ayurveda enfatiza a seleção e preparo dos alimentos, a natureza e necessidades do indivíduo e a composição, pureza, quantidade e qualidade dos alimentos.

Antes de estudarmos esses aspectos, vamos conhecer definições importantes sobre as qualidades sutis da matéria para compreendermos como as características dos alimentos influenciam o corpo.

OS TRIGUNAS (OS 3 ATRIBUTOS DA MATÉRIA)

DEFINIÇÃO DE SATTVA, RAJAS E TAMAS

As qualidades sutis da matéria abrangem sattva, que se refere à inteligência pura e promove o equilíbrio; rajas, que constitui a energia e provoca o desequilíbrio; e tamas, a substância que, por sua vez, produz a inércia. Analisaremos agora o conceito dos gunas segundo os Vedas:

“Pureza, paixão e inércia, essas qualidades, ó Arjuna, nascem da natureza e limitam aquele que habita o corpo, ó indestrutível.

Sattva, por ser desprendida de impurezas, caracteriza-se por iluminar e ser livre de doenças e por aprisionar pelo apego à felicidade e ao conhecimento, ó impecável.

Saiba que rajas tem a natureza das paixões, sendo a origem da sede (de prazeres sensuais) e do apego. Ela aprisiona rápido o encarnado, ó Arjuna, pelo apego à ação.

Porém, saiba que tamas nasce da ignorância. Ilude a todos que habitam o corpo, aprisiona com rapidez, ó Ajurna, através da indiferença, preguiça, indolência e sonolência.

Sattva vincula-se à felicidade, rajas à ação, ó Arjuna, ao passo que tamas, encobrindo o conhecimento, vincula-se à indiferença.” (Bhagavad gita, XIV).

Segundo Maharishi Mahesh Yogi, em seu comentário sobre o Bhagavad-gita, toda a criação consiste na interação dos três gunas (sattva, rajas e tamas), nascidos de prakriti (ou natureza). O processo da evolução é conduzido por esses três gunas.

Evolução significa criação, e, em seu desenvolvimento progressivo e em sua base, está a atividade. Esta necessita de rajo-guna para criar impulso, e de sattva-guna e tamo-guna para manter a direção do movimento.

A natureza de tamo-guna é frear ou retardar, mas não se deve pensar que, quando o movimento é para cima, tamo-guna está ausente. Para continuar qualquer processo, deve haver etapas, e em cada uma delas, por menor que seja em espaço e tempo, é preciso haver uma força para mantê-la e outra para fazê-la evoluir a uma nova fase. A força que a faz evoluir é sattva-guna, enquanto que tamo-guna é a que a freia ou retarda para manter o estado já produzido, para que este funciona como a base do próximo nível.

Toda a vida no campo relativo está sob a influência dos gunas. O perecível é a existência relativa e o imperecível, o Ser absoluto. Portanto, para dar-lhe a experiência direta do estado absoluto da vida, Ele pede que Arjuna “esteja livre dos três gunas”.

Independentemente do campo dos 3 gunas em que você se encontre, daí deve começar a mover-se em direção a planos mais sutis dos gunas. E, quando chegar ao plano mais sutil, saia dele, transcenda-o, esteja consigo mesmo, “possuído pelo Ser” – “livre da dualidade”, “sempre firme na pureza”, “independente de posses”.

Esta é a técnica de realização instantânea. O Senhor mostra para Arjuna um meio prático de convergir a mente ramificada para o foco do intelecto resoluto. Aí está uma técnica eficaz para levar a mente a uma condição em que todas as diferenças se dissolvem, o que leva o indivíduo ao estado de realização.

OS EFEITOS SUTIS DOS ALIMENTOS

Os alimentos podem ser classificados como sáttvicos, rajásicos e tamásicos, conforme os efeitos sutis que provocam no corpo.

ALIMENTOS SÁTTVICOS

Os alimentos sáttvicos são considerados leves, puros, frescos, de fácil digestão, de sabor suave e adocicado. São alimentos formadores dos tecidos, promovem resistência física, saúde equilibrada e longevidade.

Têm o potencial de ativar a mente superior, os bons sentimentos e o refinamento das emoções, pois estabilizam a mente, elevam a consciência e a espiritualidade. Promovem o movimento para dentro, a introversão.

A dieta vegetariana ou lactovegetariana é mais sáttvica do que a dieta à base de carnes e produtos de origem animal.

Os alimentos sáttvicos são:
– a maioria dos legumes frescos;
– grãos (recém preparados);
– leguminosas;
– leite;
– alimentos adocicados;
– ghee (manteiga clarificada sem sal);
– nozes, castanhas e sementes;
– óleos prensados a frio;
– mel e água de fonte natural.

ALIMENTOS RAJÁSICOS

Energeticamente, os alimentos rajásicos aumentam o fogo e promovem a extroversão, o movimento para fora, a criatividade, a agressão e a paixão. De modo geral, são excitantes e estimulantes do sistema nervoso.

Estimulam a energia vital e a atividade mental e são indicados para casos em que o indivíduo se encontra em um estado letárgico, inerte ou esgotado, pois o esgotamento também pode provocar a letargia. Nos textos clássicos, estes alimentos eram “indicados para guerreiros antes da batalha”.

São considerados alimentos rajásicos:
– a maioria dos alimentos fermentados;
– iogurte ou kefir;
– alho e cebola;
– todos os tipos de pimenta;
– ovos;
– queijos, ricota;
– amendoim;
– azeitonas verdes e pretas com sal;
– café, chá-mate, chá preto, chá verde, chimarrão e guaraná-do-
amazonas.

ALIMENTOS TAMÁSICOS

Caracterizam-se, de modo geral, como pesados, de difícil digestão e fermentados. Aumentam a obscuridade e confusão mental, embotando a consciência. Deprimem, induzem à inércia, impulsividade, emoções inferiores, lassidão e torpor, e provocam, ainda, o desequilíbrio, doenças e morte.

Entre os alimentos tamásicos, incluem-se:
– carnes vermelhas;
– carnes industrializadas;
– bacalhau salgado;
– queijos fermentados e de odor forte;
– pimentas, pimentão, temperos muito fortes;
– bebidas alcoólicas em geral;
– alho, alho poró e cebola.

O modo de preparo também pode atribuir um efeito sutil tamásico ao alimento, como, por exemplo, frituras, conservas, preparados em microondas, tóxicos em geral, fast food, comidas requentadas, sucos de frutas engarrafados e/ou alimentos congelados.

 

Texto por Mario JP Neto – terapeuta Ayurveda

Coordenador do curso Ayurveda Clássico – Autoconhecimento e Formação

Site oficial: www.satvayurveda.com

 


MATRÍCULAS ABERTAS:  Módulo Culinária Ayurvédica – dias 13 e 14/07

Tópicos: Culinária Ayurvédica Prática; Dietoterapia e desintoxicação ayurvédica

Com Mario JP Neto e terapeutas convidados (Atmo Danai, Daniel Sales, Dr. Gaurav Davee)

Local das aulas: Sítio Vale das Flores, Altiplano Leste, Brasília-DF

Valor: módulo avulso – R$ 520 à vista / 2 x R$ 270 / em até 18x no PagSeguro (consulte-nos) Aceitamos cartão, cheque, depósito.

INSCREVA-SE AQUI.

Agenda de julho: culinária ayurvédica, astrologia védica, massoterapia integrativa

Quais os seus planos para julho? Chegamos ao segundo semestre de 2019, e pensando em proporcionar boas oportunidades para quem não vai viajar em julho, temos uma agenda cheia de cursos incrivelmente ricos!

Mas antes da agenda, queremos lembrar alguns motivos para você estudar e investir o seu tempo aqui no Instituto Atmo Danai

Temos vasta experiência no ensino, há mais de 20 anos, oferecemos excelente estrutura física, material didático próprio, participação em eventos, Projeto de Consolidação de Conhecimento, Programa Bolsa de Estudo, constante atualização e aprimoramento de nossos instrutores, atuação em projetos sociais, oportunidades de trabalho em nossa Clínica de Massoterapia e muito mais!

AGENDA COMPLETA DE JULHO DE 2019:

FORMAÇÃO MASSOTERAPIA INTEGRATIVA – novas vagas: 

Conteúdo programático, corpo docente, valores AQUI

Local das aulas: Núcleo de Estudos, SHS Qd. 6, Bl. C, Sl 903.

Dia 06/07 – final de semana
Dia 13/07 – final de semana
Dia 05/08 – noturno (seg/qua)
Dia 10/09 – vespertino (ter/qui)

FORMAÇÃO AYURVEDA CLÁSSICO MÓDULO – Culinária Ayurvédica prática / Dietoterapia e desintoxicação Ayurvédica

Conteúdo programático, corpo docente, valores AQUI

Dias: 13 e 14/07 – final de semana (sáb/dom), com Mario JP Neto
Local das aulas: Sítio Vale das Flores (Altiplano Leste)

MASSAGEM AROMATERAPÊUTICA

Conteúdo programático, corpo docente, valores AQUI

Inicio: 13 e 14/07 – final de semana (sáb/dom), com Beth Almeida

Local das aulas: Núcleo de Estudos, SHS Qd. 6, Bl. C, Sl 903.

ASTROLOGIA VÉDICA

Conteúdo programático, corpo docente, valores AQUI

Dias: 19, 20, 21/07 (1º modulo) – (sexta/sáb/dom, sendo um módulo por mês), com Adwaita Chandra Das

Local das aulas: Núcleo de Estudos, SHS Qd. 6, Bl. C, Sl 903; Sítio Vale das Flores / Obs: algumas aulas serão virtuais e presenciais.

ANATOMIA METAFÍSICA

Dias: 23, 25 e 30/07 – (ter/qui), com Amanda Pinho

Horário: das 9h às 12h

Valor: R$ 310,00  à vista, 2x R$ 160,00

Local das aulas: Núcleo de Estudos, SHS Qd. 6, Bl. C, Sl 903.

OBS.: em se tratando das FORMAÇÕES, você pode fazer o curso completo ou apenas o MÓDULO do seu interesse. Consulte-nos a respeito de valores e facilidades de pagamento.

PARA RECEBER MAIS INFORMAÇÕES DE CADA CURSO, INFORME SEUS DADOS QUE ENVIAREMOS POR E-MAIL E WHATSAPP: PRÉ-INSCRIÇÃO.

Estamos à disposição também pelo WhatsApp (61) 9.9866-8686 e pelo e-mail eventos.danai@gmail.com. 

O Ayurveda e a alimentação consciente

Eu me alimento corretamente?  Por que algumas pessoas comem alguns alimentos e não tem problemas digestivos ou alergias enquanto outros tem?

Já reparou que alguns alimentos nos deixam mais agitados ou calmos? E outros nos deixam mais pesados ou leves. Já reparou que em alguns momentos do dia temos um apetite diferente? Ora mais forte, ora mais fraco ou até não temos fome.

Já reparou que as estações trazem mudanças significativas pra nossa fisiologia (influenciando nosso metabolismo) assim como o tipo de alimentos que a natureza nos oferece?

Essas e muitas outras perguntas surgem a nossa mente a partir do momento que começamos nos questionar e tomar consciência da importância de uma dieta adequada.

A lógica do Ayurveda nos faz desenvolver uma percepção clara e fácil de ser aplicada as nossas escolhas e condições! Sejam elas quais forem!

Nossas escolhas é que criam a nossa realidade e consequentemente nossa saúde! O mais importante é que as mesmas sejam conscientes. A consciência de nossa realidade interna assim como a realidade externa (meio ambiente) estão em constante mutação, portanto, um entendimento apropriado dos atributos que regem a natureza se faz necessário.

Consciência é tomar conhecimento da totalidade da realidade da vida.

Essa realidade envolve: aquele que se alimenta, sua natureza e constituição fisiológica, suas características constitucionais atuais, o lugar (meio ambiente) e a hora do dia, a época do ano, o tipo de alimento e seu preparo. Tudo isso influencia positivamente ou negativamente a nossa vida!

A questão é: como usar a nosso favor todo esse conhecimento?

Antes de qualquer sistema de cura ser desenvolvido na Terra, os Rishis (Sábios da era védica) desenvolveram o Ayurveda (A Ciência da Vida Longa e Feliz) e transmitiram ao longo das eras por mais de 5 mil anos. Essa sentença “A Ciência da Vida Longa e Feliz” faz sentido quando conhecemos a fonte de onde todo conhecimento surge.

As famílias mais tradicionais que tem várias gerações de praticantes de Ayurveda, e seus ancestrais vivem uma vida realmente longa e livre de doenças.

Todo esse conhecimento está disponível e acessível a todos que desejam desfrutar graças as generosidade desses grandes mestres da humanidade que transmitiram através de gerações e diversos manuscritos.

Vamos juntos? 

Curso Ayurveda Clássico – Autoconhecimento e Formação

Com Mário JP Neto e professores convidados, renomados terapeutas ayurvédicos. 

Dias: 08 e 09 de junho (final de semana)

Módulo IV: Culinária Ayurvédica Prática / preparo de alimentos e refeições baseadas nos princípios fundamentais do Ayurveda.

SAIBA MAIS

Festival de Wesak 2019

O Festival de Wesak é uma importante data de comemoração do nascimento, passamento e a iluminação de Siddharta Gautama (Buddha), conhecida por seu grande impacto espiritual em vários cantos do mundo. É um período propício para promover a força espiritual cooperativa, para a invocação de luz, amor e harmonia entre as pessoas.

Durante o festival no Sítio Vale das Flores realizaremos ???? preces, meditação, cânticos, mantras, além de oferecer uma feirinha de produtos e comidas típicas da Índia.

No festival também lançaremos o projeto do ???? Templo de Hanuman (o Deus Macaco, fiel devoto do Deus Sri Rama) e toda a renda dos atendimentos astrológicos e da feirinha de produtos no evento será revertida para a construção do templo, que será localizado no Sítio Vale das Flores.

Atrações:
Tati Surya e Cânticos de Amor
Atendimentos de Astrologia Védica
Produtos e comidinhas indianas

E mais: apresentação do projeto do Templo de Hanuman (aberto a doações/financiamento coletivo).

Venha celebrar conosco!
Dia 19 de maio de 2019
Horário: a partir das 16h
Entrada: gratuita
Local: Sítio Vale das Flores (Altiplano Leste)
????Confirme a sua presença pelo WhatsApp: (61) 9.9866-8686


 

Quem é Hanuman?

LORD HANUMAN, o Deus Macaco, é um fiel devoto do Deus Sri Rama. Sua história, marcada por batalhas e atos heroicos e devocionais, nos inspira as virtudes da fidelidade, resiliência, paciência e devoção. As passagens contam que Hanuman era aventureiro, forte, sábio, esperto, educado, um músico, altamente religioso, corajoso, destemido e, acima de tudo, totalmente dedicado ao seu mestre Sri Rama

Qual a importância de um Templo para Hanuman?

O Deus Hanuman é adorado por milhares de pessoas na Índia e em todo mundo. Hanuman é a incorporação da devoção, da dedicação e da força. Ancorar a sua divindade e a sua energia no coração do país é um presente para nós, que estamos envolvidos no projeto de sua construção, para todos os que puderem vir ao Templo fazer suas orações, para o nosso país e para a humanidade, como um todo, pois teremos mais um lugar de conexão com a divindade que nos inspira o desenvolvimento de elevadas virtudes, as quais nos ajudam no nosso caminho rumo ao despertar.
Além disso, um espaço de devoção e adoração ao Deus Macaco será um ambiente de acolhimento a todos que quiserem meditar e fazer orações em seu nome e em sua figura.

Nas religiões hindus os devotos fazem pujas a Lord Hanuman para conseguir coisas difíceis, tais como emprego, promoções , vistos, solução de problemas e toda sorte de bênçãos em suas batalhas, crendo que Lord Hanuman ajuda com coragem e sabedoria aos que o procuram.

 

Qual a importância de Hanuman para a Astrologia Védica?

Devotos rezam a Hanuman com o intuito de remover os sofrimentos criados pelo Deus Saturno (Shani) para os humanos e para realizar os seus desejos.

A devoção à Hanuman também tem especial efeito para aqueles que sofrem com as aflições de Marte (Mangala).
É muito comum na atualidade – era de Kaliuga – que as pessoas sofram com o Kujadosha (ou Manglik), que é quando Marte está, na carta natal, nas casas 02, 04, 07, 08 ou 12, afetando, especialmente, o relacionamento doméstico e conjugal dos nativos.

A meditação, os pujas, as ações virtuosas e as orações voltadas à Hanuman podem proporcionar grande melhora e harmonia, amenizando os efeitos indesejados desses importantes planetas (Grahas)

Onde é contada a história de Hanuman?

A epopeia do Ramayana descreve as ações heroicas de Hanuman, bem como as histórias da sua devoção a Sri Rama, e a sua esposa Sita. Conta-se que Hanuman pula o oceano Índico e alcança o Sri Lanka à procura de Sita, que havia sido sequestrada por Ravana, o rei dos demônios. Na batalha entre Sri Rama e Ravana na qual Ravana é morto, Hanuman faz o papel principal.

O Ramayana informa que, na verdade, Hanuman era uma encarnação do poderoso Deus Shiva, que havia se manifestado na Terra durante o período de Rama, uma das encarnações de Vishnu, para auxiliá-lo em suas tarefas.
Hanumam se manifestou como um vanara (símio humanoide) e ministro do rei dos vanaras, tendo sido um dos grandes heróis da epopeia. Foi ele o responsável pela descoberta do cativeiro de Sita em Lanka, pelo incêndio da cidade e pela aniquilação de diversos importantes raxasas da tribo de Ravana.

Além do Ramayana, Hanuman também é citado nos clássicos “Hanuman Chalisa” e “Mahabharata”.
De acordo com esses textos, Hanuman é o filho do Deus do vento (Vayu), e um avatar (encarnação) de Shiva, cuja tarefa é auxiliar o rei Ramachandra a derrotar o deus-demônio Ravana. Hanuman também é chamado de Anjaneya, em alusão à Vanari Anjana, que é sua mãe.

Quando o Rei macaco Sugriva é expulso do reino de Kishkind pelo seu irmão Vali, Hanuman ajuda Sugriva a se esconder e eventualmente derrotar Vali, com a ajuda de Rama e Lakshmana.

Em troca da ajuda dos dois príncipes Sugriva deveria ajudá-los a resgatar Sita Devi, então prisioneira de Ravana. Porém Sugriva esquece-se de sua promessa, mas Hanuman ajuda Lakshmana a convencê-lo a lutar ao lado de Rama.
Na guerra, Hanuman exibe poderes (sidhis), podendo voar e mudar de tamanho. No decorrer da batalha, Rama e Lakshmana são aprisionados por Ahiravana, um tio de Ravana. Para resgatá-los Hanuman enfrenta o Raxasa, o qual só pode ser derrotado se cinco fogueiras forem apagadas simultaneamente. Para conseguir isto, Hanuman assume uma forma de cinco cabeças:

1. Sri Hanuman, a sua cabeça de macaco normal.
2. Sri Garuda, a cabeça de águia. Alusão à montaria de Vishnu.
3. Sri Varaha, a cabeça de javali. Representa a terceira encarnação de Vishnu.
4. Sri Narasimha, a cabeça de leão. Representa a quarta encarnação de Vishnu.
5. Sri Hayagriva, a cabeça de cavalo. Representa outro Avatar.

Outro momento importante da história é quando Lakshmana é ferido em combate. Para salvá-lo, Hanuman carrega a montanha “Dronagiri” até o campo de batalha, para que os macacos retirem dela as ervas necessárias para salvar Lakshmana.

Mesmo depois que Rama morre, Hanuman permanece na terra como um imortal.
No clássico “Mahabharata”, Hanuman aparece para desafiar Arjuna, e eventualmente Krishna obriga Hanuman a servir Arjuna na guerra.

Por isso Hanuman seria uma das duas pessoas que teriam ouvido o “Bhagavad-Gita” além de Arjuna (a outra é Salya). Para os Hindús, Rama e Krishna são o Deus Vishnu encarnado em diferentes épocas, por isso Hanuman representa o devoto (Bhakta) ideal. Simboliza também Tapas, (sacrifício), e Brahmacharya, (castidade).

Um pouco mais sobre a Devoção de Hanuman à Sri Rama:
Uma vez, Hanuman foi presenteado por certos santos com um colar, completamente carregado com pérolas caras. Ao receber o colar, Hanuman arrancou cada pérola e as rachou com os seus dentes afiados, olhou dentro, e jogou fora todas as pérolas, uma por uma, com decepção. Os santos lhe perguntaram o que ele estava fazendo. Hanuman respondeu: Elas não são boas.

Eu não vejo meu Senhor Rama venerável e Sita em qualquer uma delas.
O que é o uso de tal colar para mim?
Os santos estavam chocados.
Como era possível ver as imagens de Deuses dentro de pérolas?
Hanuman clarificou: Meus Deuses o Senhor Rama e Sita ficam em todos lugares, em todo vivo e coisas mortas. Eles estão também dentro de meu coração. O que você deseja ver para você? Os santos pediram prova. Hanuman fechou os olhos dele e rezou com devoção profunda. Shri Ram… Jai Ram… Jai Sita Ram…

Então, com as suas mãos fortes, ele bateu no seu tórax e abriu o peito e lhes mostrou as imagens de Senhor Rama e Sita impressas lá!
Os santos descobriram maravilhas com este milagre.
Eles estavam extremamente contentes com devoção de Hanuman para Senhor Rama.

Como são as representações de Hanuman?

O Deus Hanuman pode ser visto abrindo o próprio peito para mostrar que Sita e Rama realmente residem em seu coração. Ele pode ser visto também carregando uma enorme montanha na qual existiam as ervas necessárias para salvar Lakshmana, o irmão do rei Rama, que tinha sido ferido em combate. As lendas dizem que Hanuman possuía vários poderes místicos tais como tornar-se gigantesco ou minúsculo e voar como o vento. Ele é o filho de Vayu – o deus do vento, o ar da respiração e um dos deuses principais dos planetas superiores.
Hanuman é, ainda, o Deus da casta dos Kshatryas (guerreiros e admiradores). Representa muita força e coragem nas batalhas da vida.